osteoartrite mobilidade

A osteoartrite é uma doença articular degenerativa, sendo uma das formas mais comuns da artrite, que ocorre como resultado da destruição mecânica das estruturas articulares normais com danos à cartilagem.

Causas

As causas da osteoartrite são diversas, podendo se manifestar de maneira natural com o desgaste durante o processo de envelhecimento do indivíduo, como também pode aparecer pelo desgaste causado pelo uso excessivo das articulações (como em profissionais do esporte).

Além disso, ela também pode ser fruto de outras condições como excesso de peso, traumas, infecções, doenças como gota e artrite reumatoide.

Sintomas

Por ser uma doença que afeta as articulações, as pessoas podem apresentar sintomas como: dor, inchaço, rigidez e perda de movimento nas articulações das mãos, joelhos, coluna e/ou quadril.

A osteoartrite é uma doença que não tem cura e que tende a se agravar com o passar do tempo, porém alguns tratamentos podem ser feitos para amenizar a gravidade dos sintomas, em especial a falta de mobilidade.

Tratamentos para osteoartrite e exercícios físicos

Quando se fala em osteoartrite, temos hoje vários tratamentos como o uso de fármacos e fisioterapia. É preciso ressaltar que nenhum tipo de tratamento vai reverter os danos causados pela doença, mas sim aliviar os sintomas e evitar que se tornem piores.

Alguns fatores devem ser levados em consideração para prevenir e lidar com a doença e seus sintomas. Antes de iniciar qualquer tratamento ou uso de medicações, é extremamente importante consultar um médico reumatologista. Ele vai avaliar a situação do paciente e indicar qual o melhor tratamento para cada caso.

Medicamentos para diminuição da dor

O uso de analgésicos e anti-inflamatórios receitados por um médico pode ser feito para que o paciente sinta menos dor ao realizar movimentos. Esses medicamentos são eficazes para aliviar as dores momentâneas, mas têm um curto período de ação.

Dieta controlada

A dieta é um fator muito importante na prevenção e na redução dos sintomas da osteoartrite, uma vez que o excesso de peso é um fator causal, ou pelo menos, agravante dos sintomas da doença principalmente nos membros inferiores, afetando as articulações dos joelhos, o que acaba diminuindo a mobilidade.

Estudos mostram que frutas e legumes ricos em antioxidantes, e, vitaminas e alimentos ricos em ômega 3 melhoram bastante a saúde articular, além de ajudarem no controle do peso, se consumidos na dieta.

O controle do peso é essencial para a diminuição dos sintomas da doença e, uma boa forma de controlar esse peso além da dieta, é através de exercícios físicos feitos com moderação e acompanhamento.

Cirurgias

Existem vários tipos de cirurgia para osteoartrite que podem ajudar a pessoa a se movimentar melhor.

A troca da cartilagem por uma cartilagem artificial é chamada de artroplastia. A cartilagem artificial normalmente é feita de metais e cerâmica, esse procedimento substitui apenas a cartilagem ou a parte mais afetada dela, mantendo os outros elementos do joelho como ligamentos, tendões, capsula e músculos.

A cirurgia tem um resultado satisfatório via de regra, porém não é garantia. O controle dos hábitos alimentares saudáveis e exercícios físicos para o fortalecimento das articulações continuam sendo uma excelente alternativa para o controle e a prevenção da doença.

A prática de exercícios físicos aliada a outros tratamentos

A melhor opção para lidar com as questões envolvendo a falta de mobilidade é fazer a combinação de outros tratamentos com uma vida mais saudável. Aqui, o benefício se dá não apenas fisicamente, mas também em relação ao psicológico.

Exercícios leves de baixa intensidade

Bicicleta, caminhadas, fisioterapia, exercícios aquáticos como hidroterapia e hidroginástica são extremamente recomendados, pois além de ajudarem na manutenção do peso e da saúde em geral, ainda são muito importantes para o fortalecimento das articulações.

Os exercícios aquáticos são particularmente bons uma vez que na água nosso corpo pesa menos, e, dessa forma há uma diminuição da dor nas articulações enquanto a pessoa está fazendo os exercícios.

Exercícios de alto impacto

Por outro lado, exercícios de alta intensidade podem ser muito prejudiciais para quem sofre da doença, uma vez que, no lugar de serem benéficos acabam enfraquecendo ainda mais a articulação já fragilizada.

Quem sofre de osteoartrite deve evitar atividades como crossfit, musculação feita de forma exagerada e corridas, pois podem ser extremamente violentas para as articulações, principalmente do joelho, causando um agravamento da doença.

Praticar exercícios físicos regularmente, e sem excessos, ajuda a melhorar as condições da musculatura, flexibilidade e resistência das articulações, contribuindo também para a diminuição do uso dos fármacos no tratamento.

Vale lembrar que não se pode somente fazer qualquer exercício em casa sem que sejam adequados para cada caso. O indicado é que a pessoa procure um médico reumatologista que definirá qual o tratamento adequado para a osteoartrite e como o paciente poderá melhorar a sua mobilidade.

Dra. Juliana Valim Reumatologista

Consultas médicas: Avaliação inicial e acompanhamento no tratamento de doenças reumatológicas.

Infiltração Articular: Infiltração de pequenas e grandes articulações com corticoesteroides, anestésicos e/ou viscossuplementos.

Marcar Consulta