Home2020-07-31T11:13:18-03:00
Dra. Juliana

Reumatologista

Dra. Juliana Valim

CRM-SP 131.094

Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto e residência em Clínica Médica na mesma instituição (2008-2009).
Residência em Reumatologia pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. (2011-2012)
Título de Especialista em Reumatologia pela Sociedade Brasileira de Reumatologia.
Foi médica assistente da Reumatologia na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo por 6 anos (2013-2019) orientando médicos residentes e especializados em reumatologia.
Membro da Sociedade Brasileira de Reumatologia e atualmente integrante também da Comissão Cientifica de Vasculites (2018-2020)

Saiba Mais
Lattes
5-stars

Marque uma Consulta

Doenças e Tratamentos

share-and-collaborate-icon

Artrite reumatoide

artrite reumatoide é uma doença autoimune crônica, ainda sem causa conhecida, e sem cura.

share-and-collaborate-icon

Osteoartrite

A  osteoartrite é também conhecida como artrose, e é caracterizada pelo desgaste das cartilagens das articulações. Este desgaste causa dor e limita a realização de movimentos.

share-and-collaborate-icon

Fibromialgia

fibromialgia é uma síndrome dolorosa com causas ainda desconhecidas, que provoca dores generalizadas e constantes.

share-and-collaborate-icon

Osteoporose

osteoporose é uma condição metabólica que se caracteriza pela diminuição progressiva da densidade mineral dos ossos, tornando-os mais frágeis e aumentando o risco de fraturas nos pacientes.

share-and-collaborate-icon

Gota

gota é uma doença que acontece quando há elevação de ácido úrico no sangue, o que pode causar um depósito de cristais de monourato de sódio nas articulações e assim provocar inflamação das articulações (artrite) com dor intensa.

share-and-collaborate-icon

Lúpus

O lúpus é uma doença inflamatória crônica de origem autoimune que pode provocar lesões em diversos órgãos. As regiões mais afetadas são pele, articulações, rins, pulmões coração.

share-and-collaborate-icon

Tendinite

A tendinite se trata de uma inflamação ou irritação de um tendão (que é a parte final do músculo, como uma corda fibrosa que fixa os músculos aos ossos). Eles atuam para transmitir a força de contração muscular para mover um osso.

share-and-collaborate-icon

Bursite

A bursite é uma inflamação ou irritação de uma “bursa”. A bursa é uma pequena bolsa localizada entre o osso e outras estruturas móveis, como músculos, pele, tecido conjuntivo ou tendões. Ela permite e facilita um melhor deslizamento entre as estruturas.

Conheça os sintomas do Lúpus

Você sabe o que é Fibromialgia?

O que é Reumatologia?

A Reumatologia é a especialidade que se destina a estudar, de maneira geral, as doenças que comprometem o sistema musculo esquelético.  

As Principais doenças reumáticas, são popularmente conhecidas como “Reumatismos” e podem ser classificadas quanto ao mecanismo de doença: “crônicas imunomediadas”’ ou “não imunomediadas”.

1. Doenças reumáticas crônicas imunomediadas:

As doenças chamadas de imunomediadas, são aquelas que são causadas por uma disfunção do sistema imune que começa a “atacar” o próprio organismo, patologias que podem acometer o tecido conjuntivo e assim, podendo causar diversas doenças reumatológicas. Também podem ser chamadas de doenças autoimunes.

São exemplos de doenças reumáticas crônicas imunomediadas: artrite reumatóide, espondiloartrites (espondilite anquilosante, artrite psoriásica, artrite reativa…), artrite idiopática juvenil, polimialgia reumática, vasculites sistêmicas, lúpus eritematoso sistémico e outras patologias difusas do tecido conjuntivo. A esclerose sistêmica, síndrome de Sjogren, e dermatomiosite são alguns exemplos de patologias difusas do tecido conjuntivo.

2. Doenças reumáticas não imunomediadas:

As doenças reumáticas não imunomediadas são aquelas em que o sistema musculo esquelético está envolvido e comprometido, mas a causa não tem relação direta com o sistema imune, podendo ser decorrentes do envelhecimento, de deficiências hormonais, de alterações da biomecânica corporal, de movimentos repetitivos, dentre outras…

São exemplos de doenças reumáticas não imunomediadas: fibromialgia, gota, as tendinites, bursites, osteoporose e osteoartrose.

Saiba Mais
médico reumatologista

Como é a formação do médico reumatologista?

Para se especializar em reumatologia, o profissional da saúde precisa possuir um diploma em uma faculdade de medicina. É preciso ter cursado os períodos dos ciclos: básico, profissional (momento no qual a especialidade é definida) e internato.

O ciclo básico se trata das disciplinas de farmacologia, anatomia e fisiologia. Já no ciclo profissional, o médico em formação pode escolher entre diversas áreas como oncologia, oftalmologia, ginecologia, pediatria, reumatologia e tantas outras. O internato é o ciclo final da formação e dura, no mínimo, um ano em hospital, trabalhando em período integral.

Então, o médico passa pela residência médica em clínica médica. Durante dois anos o médico trabalha junto a uma equipe médica experiente até estar apto a trabalhar como clínico geral.

Depois, para finalmente se tornar um médico reumatologista, o profissional precisa cursar a residência em reumatologia, que dura de dois a três anos.

O caminho não é curto, assim como em outras especialidades da medicina, mas o resultado final é recompensador pois o profissional estará trabalhando com a sua área de interesse e maior aptidão.

Atuação

médico reumatologista atua tanto no setor privado quanto no público. E os ambientes nos quais pode exercer a profissão são: consultórios particulares, hospitais, clínicas, academias e centros esportivos, podendo também prestar atendimento domiciliar.

De forma geral, o mercado de trabalho do médico reumatologista é bastante amplo. E além de trabalhar com atendimentos a pacientes que precisem de ajuda, o profissional deve estar sempre indo atrás de capacitação.

Por isso, a participação em congressos, palestras, workshops e eventos em geral é muito importante também. Dessa forma, o médico se mantém atualizado e pode levar novidades aos tratamentos de seus pacientes.

doença reumatologica

Quando Procurar um Reumatologista

O que mais acontece quando uma pessoa tem sintomas de dor intensa ou algum problema de saúde no geral, é ter dúvida sobre qual o profissional que deve procurar.

No caso de doenças reumatológicas, é comum que as pessoas confundam os sintomas com doenças que são tratadas por ortopedistas.

Na verdade, as duas especialidades atuam de maneira bastante próxima, podendo até mesmo uma ser o complemento para a outra em alguns casos.

Contudo, o ortopedista é o profissional que trata sintomas e problemas mecânicos que são seguidos de algum trauma, como por exemplo torções, luxações, lesões e fraturas.

No caso dos reumatologistas, o tratamento é para manifestações crônicas e acompanhadas de sinais inflamatórios de articulações e tecidos que as cercam como ossos, músculos, tendões e ligamentos, que podem acabar dificultando os movimentos.

De forma resumida, é importante procurar um médico no momento em que algum dos sintomas explicados aqui sejam observados. Geralmente o principal sintoma observado é a dor.

Quanto mais precoce for o diagnóstico, maior será a chance de realizar o tratamento para cada uma das doenças reumáticas, que podem causar danos permanentes para os pacientes.

Marque a sua Consulta

5-stars-white

Clique aqui e Marque uma Consulta

Blog

Posts Recentes

Acesse o Blog da Dra. Juliana Valim com diversos posts relacionados à doenças, tratamentos e dicas de saúde.

Todos os Posts do Blog

Dra. Juliana Valim

Drª Juliana Valim é médica reumatologista e atende em São Paulo/SP.

Consultas médicas: Avaliação inicial e acompanhamento no tratamento de doenças reumatológicas.

Infiltração Articular: Infiltração de pequenas e grandes articulações com corticoesteroides, anestésicos e/ou viscossuplementos.

lattes
blog
Saiba Mais
WhatsApp chat